Educar bem é transformar o mundo e conduzi-lo à vida.


- Paula Frassinetti -

 

O modo de educar das Irmãs Doroteias, inspirado na Fé Cristã, tem como finalidade a formação integral e progressiva da pessoa em todas as dimensões.

Educar na solidez do essencial em espírito de simplicidade.

Educar para os valores da retidão, integridade, verdade e justiça.

Educar para a relação em espírito de família - sentido comunitário.

Educar para a solidariedade em espírito de serviço.

Despertar para os valores humanos, dando particular importância à preparação para o uso responsável da liberdade.

Fomentar o respeito pela pluralidade de culturas.

Incentivar ao desenvolvimento das capacidades intelectuais, nomeadamente a compreensão e a relacionação, o pensamento crítico e criativo, iluminando pela Fé o conhecimentogradualmente adquirido.

Estimular a aquisição de hábitos de reflexão e trabalho.

Contribuir para a igualdade de oportunidades no acesso à aprendizagem ao longo da vida.

Incentivar a participação das famílias no processo educativo.

Estabelecer relações de efetiva colaboração com a comunidade envolvente.

Este modelo de Educação Cristã, exige que cada um dos Centros Educativos seja uma autêntica Comunidade Educativa, geradora de um ambiente e estruturas que favoreçam a realização da pessoa segundo os valores do Evangelho.

Esta comunidade educativa é simultaneamente, agente e sujeito do processo educativo, unida na prossecução dos mesmos objetivos e aberta sempre ao diálogo construtivo e à participação e supõe a aceitação de determinadas regras por parte de todos os que estão ligados à Instituição - utentes, famílias, docentes, não docentes, técnicos, e todos os colaboradores.

Na sua atuação, toda a Comunidade Educativa é incentivada a:

- buscar uma maior qualidade e competências educativas;

- utilizar uma pedagogia personalizada, ativa e socializante;

- atuar de forma “simples e familiar”;

- educar pela “via do coração e do amor”;

- seguir a Pedagogia de Paula Frassinetti, caracterizada por:

- bondade no trato;

- serenidade e respeito;

- firmeza e suavidade;

- doçura nas palavras;

- diálogo e encorajamento;

- imparcialidade;

- gratuidade.

- trabalhar em espírito de equipa que facilite:

- a interajuda

- partilha de saberes e de experiência;

- a complementaridade;

- a disponibilidade;

- a confiança na união;

- a alegria de um melhor serviço que conduza a uma dinâmica de grupo caracterizada pela comunicação e participação responsáveis e criativas.
Desta forma, as relações interpessoais de confiança e estima recíprocas reforçam-se na “construção da Comunidade querida por Deus” em âmbitos cada vez mais amplos e abrangentes.